quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Roots!

Hoje voltei às minhas origens: fui à UNIRIO buscar meu diploma. Engraçado ver que depois de alguns anos (me formei em 2006) quase tudo continua a mesma coisa. Foi como entrar num túnel do tempo e ver a mesma vendinha de coisas servidas no jardim com o preço e ninguém tomando conta porque ninguém dalí vai roubar nada (maior orgulho isso pra mim! Honestidade acima de tudo! Acima do perrengue da galera que estuda artes cênicas por lá, que eu já senti na carne). Estava eu achando tudo lindo, aquela galera totalmente original, preocupada com o que realmente importa e não com convenções, vivendo o sonho que escolheu e pagando o preço alto da escolha. Lindo! Quando eu finalmente me deparo com a sucatização das universidades da qual todo mundo fala e vê acontecer, mas é um processo que se agrava.  Vamos enumerando novamente porque eu adoro ser objetiva e tô cansada pra caramba:

1) Tentando resgatar meu diploma após 3 anos da colação (tudo bem que só me interessei agora, mas era pra estar pronto e arquivado na minha opinião), o funcionário me disse que em razão das obras, eles só estão fazendo o mínimo necessário! (ai meu Deus!)

2) É claro que não seria logo no primeiro acesso que conseguiria dar entarada no meu diploma. Fui eu pra segunda secretaria falar com um senhorzinho. Lugar vazio! Mas como sou malandra e ex-aluna de teatro, já tinha visto o senhorzinho escondidinho atrás dos arquivos. Subi na cadeira e chamei 3 vezes até que ele viesse.

3) Veio o senhorzinho que de tempos em tempos enquanto eu explicava a situação dava risadinhas da minha cara porque eu queria saber quando poderia pegar o diploma.

4) Por fim depois de horas num engarrafamento terrivel pra chegar da Barra à Praia Vermelha, decidi ir ao banheiro. Cara, me deu tristeza! Porque eu tenho um carinho por aquele lugar que eu nunca pensei que teria. Vi que o banheiro depois de uma obra recente, continua a mesma porcaria! Ladrilhos quebrados, portas que não fecham, espelho pela metade. Fiquei chateada!

Tristezas a parte, consegui dar entrada no bendito do diploma, revi aquele lugar que agora tem alguma relevância na minha história e por fim...em época de eleições, deixo aqui o meu protesto: VAMOS CUIDAR DOS QUE QUEREM PENSAR E AGIR NESTE PAÍS!

Um comentário:

  1. Certíssima, é assim que as coisas mudam e vou ser sincera, ainda não vi nenhum canditado que merecesse o meu voto para nada !!!

    ResponderExcluir