sábado, 8 de janeiro de 2011

Minhas impressões da Suécia.

Pode até parecer meio esnobe da minha parte achar interessante escrever sobre o que eu acho da Suécia, mas como muita gente por aqui e pelo Brasil também anda me perguntando, vamos lá, vamos dizer o que eu achei sem cedilha!! (não rola cedilha no teclado sueco!)

Primeiro evento marcante: O natal!

O natal aqui é bem parecido com o do Brasil, pelo menos eu achei! A comida na casa dos meus sogros é bem tradicional, eles moram no interior e tal, então deu pra eu ter uma nocão (ó a falta do cedilha aê!). A grande diferenca, pelo menos em relacão ao Rio, é que aqui natal parece natal, entende? Pelo menos aquele padrão europeu que os brasileiros passam a vida tentando imitar. (ok, ok...agora estamos tentando nos dedicar a algo mais tropical, mas eu bem me lembro da galera colocando algodão na árvore pra imitar neve!)
As ruas ficam todas iluminadas, tem neve de verdade por toda a parte, e árvore de natal cresce em qualquer esquina, eles só colocam as luzes...a neve vem sozinha pra festa também (bem independente, ela!)
No dia 24, tudo comeca igualzinho no Brasil, só que o almoco meio que se confunde com a ceia, que comeca às 18 ou 19h (não sei se foi só na casa da minha sogra, mas eu já estava com bastante fome). Comeca a ceia, chega a vó, que tem muitos anos, mas mora sozinha (aqui, tem uma pessoa do governo que aparece com certa frequencia para ajudar na limpeza da casa e no que mais o idoso precise - coitados dos velhinhos do Brasil se forem precisar de algo parecido. Ou familia tem grana pra pagar enfermeira, acompanhante, asilo bom, ou já era pro velhinho, vai ter que se contentar com a maneira que a família sem grana decidir tratá-lo). Bom deixando o assunto "idosos" de lado e voltando ao natal...
Na ceia muitas coisas são servidas, assim como no Brasil. Tem uma coisa que eles chamam de tentacão de anchovas da qual eu não gostei muito. É basicamente anchova com batata, mas eu não curti  muito, não. Outra coisa que eles comem é o "sil", um peixe cru em conserva que nem os próprios suecos curtem, mas meu namorado seeeeeeeempre tenta me fazer comer, porque ele é o único que eu conheci por aqui que gosta! Fora essas coisas, tem as famosas meatballs pequenininhas com molho remoulade que eles sempre fazem e eu curto bastante, salada de repolho roxa (não sei o que eles misturam, mas fica gostoso), salada verde e o rei da noite: O presunto! rsrsrsrs
A coisa mais maravilhosa do natal aqui, pelo menos eu acho é um bolo de chocolate que a minha sogra faz com um chocolate chamado "After eight" por cima. Nossa! É de comer rezando! After eight é um chocolate inglês que muita gente parece conhecer, tem um gostinho de hortelã e eu ainda não conhecia, o que me fez me apaixonar ainda mais pelo bendito do bolo. Minha sogra cozinha muito bem, by the way!
O mais curioso do natal são as duas tradicões mais sueco-brasileiras que eu já vi. A primeira é o Julmust...vulgo, mineirinho! rs Igual a Mineirinho! E os suecos todos orgulhosos porque eu tinha adorado, mas eu só adorei porque é  Mineirinho! rs Pra quem é extra-terrestre, mora no Brasil e não conhece, Mineirinho é um refrigerante das antigas feito de sei lá o quê, que é maravilhoso. Então, se você, como eu, curtia Mineirinho e acha a Suécia fina e evoluída socialmente, pode se sentir refinado, baby!
However...pelo que eu percebi por aqui, a maior tradicão é mesmo o glögg, uma bebida quente feita com canela, gengibre, ervas, álcool, percebeu alguma semelhanca?
É isso aí, minha gente, o chiquérrimo glögg, nada mais é... que quentão!!! O nosso bom e velho quentão das festas juninas!
Vou ficando por aqui, com essa parte um das minhas impressões, que fala apenas sobre o natal.
Consideracão final: Conexão Brasil-Suécia, vai muuuito além da Rainha! rs

2 comentários:

  1. Bom saber que rola um mineirim aí (aliás, o nosso é feito de cola e chapéu-de-couro).

    Se tiver cachaça de qualquer coisa, manda uma pra gente fazer a resenha!

    Salve a Rainha Marília da Suécia! rs

    bj.

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Roberto...aqui tem absolut vodka, que é boa, mas não se compara a uma cachacinha mineira artesanal...
    Fora isso a compra de alcool aqui é regulada...coisa de sueco!
    Voce tem que ir a um mercado especifico comprar qualquer bebida alcólica com mais de 3.5% de alcool...cerveja de mentira eu nem me animo a beber!!! rs

    ResponderExcluir