sábado, 7 de maio de 2011

Máscara reparadora Amend Anti-age




Obsessiva, meio doida, me chamem do que quiserem, não posso comprar roupas, porque já não vão caber mais na minha mala, então compro cremes. A verdade é que a minha máscara nutritiva acabou, e quem acompanha o blog sabe que é preciso ter em casa 3 tipos de máscaras para os cabelos, uma hidratante, outra nutritiva e a terceira reconstrutora (isso se você usa algum tipo de química, se não usa, compre uma só, hidratante e seja feliz!).

- aaaaaaaaaaaaaaaaah, Marília! Vou ficar pobre!

Não, não vai. Primeiro porque a rotina dessas máscaras é hidratação duas vezes na semana, nutrição uma vez e reconstrução de 15 em 15 dias (ou seja a máscara de reconstrução por exemplo vai durar pelo menos uns 6 meses)! E tem mais, o Brasil é muito melhor que a gringolandia (exclua os EUA, ok? Tô falando dazoropa) para se comprar produtos bons por preços mais acessíveis. Os produtos são de marcas menos famosas e nacionais é claro, como é o caso da Amend.
A Amend é uma marca de produtos que eu continuo respeitando profundamente, responsável por fabricar essa máscara que eles chamam de reconstrutora. Vamos a análise:

Eles prometeram: uma máscara composta por ativos reparadores e fortalecedores (vitamina E, creatina, proteína do trigo e silicone), que age diretamente na fibra capilar enfraquecida, reparando os danos causados por processos químicos, stress e poluíção, além de repor os nutrientes perdidos. Promove uma barreira de proteção em volta dos fios, evitando a quebra e o envelhecimento. Doa vitalidade e brilho, além de facilitar o pentear.

Por que eu comprei? Se eu, depois de mais de 20 anos de praia fosse comprar produtos pelo que o rótulo promete, seria no mínimo burra, né? Eu comprei porque a fórmula dessa máscara é muuuuuuito similar à fórmula da Masquintense da Kerastase (a melhor máscara hidratante da atualidade), sendo que a Masquintense custa mais de 100 reais em terras tupiniquins. Não tô dizendo isso de bicona, não. Digo porque li no blog Decifrando Rótulos da Naomi que é química e comparou as fórmulas! E a última razão, é ela ser liberada para no/low poo (sem petrolatos e silicones insoluveis...ebaaaaaaa!!!)


 O que eu achei? Aprovei como máscara hidratante e não reconstrutora, é óbvio, porque contra fórmulas, não há argumentos. A máscara é daquelas que derretem o cabelo, desembaraçando de verdade, depois dela, notei os cachos mais definidos nas pontas, mais brilho e maciez. Vou usar toda a semana. O melhor é que me custou uns 26 reais, aquela bagatela!

Recomendo, pova!

Nenhum comentário:

Postar um comentário