terça-feira, 3 de maio de 2011

Perdendo o preconceito - Esmalte fosco! Twiggy da Risqué

Todo mundo sabe quem foi Twiggy? Não, né? Então vai lá uma bomba: Se a sua avó ainda usa aquela sobrancelha que é só uma linha, a culpa é desse modelo, atriz e cantora britânica, simplesmente um ícone dos anos 60. Ela tinha 1,67m de altura, e pasmem, 42 kg na época, o fato de ser tão magrinha, rendeu à ela o apelido de "graveto" (twig em inglês) e voilá, temos Twiggy!


 

O esmalte da Risqué bem puxado pro laranjinha quente leva o nome de nossa amiga gravetosa! A questão é: ele é fosco! Eu fiquei com medo, porque tenho coragem, mas nem tanta assim, e comprei um extra-brilho pra passar por cima caso qualquer coisa desse errado. Deu certo! Amei! Estou me sentindo super ultra trendy de esmalte fosco. Eu tinha meio que perdido o tesão em esmaltes porque já lançaram tudo o quanto é cor e eu continuo achando esses efeitos 3D em esmaltes algo beeeeem ruim, mas retomei minha empolgação esmaltesca com o efeito fosco! Ainda não testei os fluorescentes, e acho que esses dias de calor são quase que minha última chance, mas vou me arriscar logo logo.




O Twiggy vai bem com roupas pretas, preferencialmente aquelas com estampas menos óbvias (eu tenho um vestido de balões pintado a mão e outro de ursinhos). Outro plus, é que eu vi numa pesquisa do "Loucas por esmalte" que a maioria dos homens curte o efeito fosco. Eles comparam o efeito ao dos carros com pintura fosca, que eles acham o máximo! E não me venha com essa lenga lenga de mulher sueca (adoro minhas amigas suecas, mas esse ponto de vista acaba sendo um tiro no pé, vai por mim!) de que não está preocupada com a opinião masculina, porque a maior parte das feministas francesas que pregavam isso lá nos primórdios do feminismo, eram lésbicas! Se você curte homem, minha filha, comece, sim a se preocupar com a opinião masculina! Assim como eles se preocupam com a nossa, ora bolas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário